março82014
janeiro52014

Me Preparando

Bruno on

Hoje era o grande dia e Sary estava uma pilha, a casa estava cheia de mulher e fui convidado a cair fora para o “dia da noiva”.

-Tá bom eu to saindo. Mas pra que tanta frescura se eu vou tirar tudo? (falei sorrindo)

-BRUNO CAI FORA!!!!!! (Tahiti sempre a mais doce)

Saindo e indo me preparar também.

Sary on

A casa estava uma bagunça, era gente falando o tempo todo. E meus filhos mais pilhados que o normal. Vamos organizar a bagunça.

-PERAÍ. Ethan vem cá amorzinho, Presley gata fica com ele. Jaime segura a mocinha ali e o ultimo e não menos importante, Zo da mamãe, vem cá filhote. (beijei seu pescoço) A tia Tiara é linda e vai ficar com você.

Eu fico com a noiva (falou a Tahiti) nada mais justo.

-Vamos começar senta aqui vou te deixar impecável. (disse Dóris, o cabelereiro)

Enquanto Dóris cuidava do meu cabelo e maquiagem, tinha uma manicure e uma pedicure também, (aaaaaa) claro, meu querido John fez questão de fazer as fotos do casamento. Ele estava noivo da Lorene que também estava conosco.

-John meu amado, é pra fotografar meus momentos de pessoa gata, não com bob’s na cabeça, cara limpa… Fazendo a unha.

-Você que me ensinar? (flash) tudo isso faz parte (flash) do dia da noiva (flash)

-Se eu não estivesse pressa eu te bateria.

-Eu sei e eu me aproveito (ele veio e me deu um beijo), vou fazer as fotos mais bonitas pra você, menina bonita.

-Fotografe meus filhos, eles estão lindos com roupa de festa.

-Eu já fiz isso, e além do mais aqui está bem mais divertido (flash)

-Joohn (sorrimos)

Nada como passar o dia da noiva com pessoas loucas rindo e pressa na cadeira. Conheço essa voz.

-Onde está a noiva, chegamos, nossa quanta coisa.

-Jú?!!!! (levantei da cadeira e nem dei a mínima para Dóris)

-Saryelle, louca

-Jú!!!!!! Jú!!!!! JÙÚÚÚÚÚÚÚ!!!!!, você veio, você veio!!!! (abracei muitoooo feliz)

-Sarynhaaaaa, eu trouxe mais gente.

-Sua mãe, seu pai, por exemplo (falou minha capitã)

-Mãeeeeeeee, minha mãããããeeeee (ainda bem que não estava maquiada) saudades, saudades, abraço.

O abraço da minha mãe me deixava com a idade do Ethan. Quando sai do Brasil com o Enzo na barriga só tinha falado com ela por telefone.

-Papai, paaaaaaaai, que bom que você veio, vou entrar de braços com você e vai ser legal. (o abracei com vontade)

-Minha filha, ontem andávamos de Kart, e hoje você vai casar. Filhos crescem. (continue abraçada com ele)

-Ooo pai, filhos tem que crescer e acredite os meus precisam muito (sorri entre as lagrimas de alegria)

-Obrigada Saryelle esquecida Brown, por nos deixar de fora. (Carlos falou)

-Oi tia. (Daniel) senti saudade

-Meu bochechudo, lindo da tiiiiiiiiiiiia (o ergui e o abracei) está enorme. Errou o sobrenome ai Carlos. É Hernandez. Isaura (o abracei também)

-Shhhhiiiiiii esqueça esse assunto. Como vou circular por ai com um apelido sórdido desses?

-Eu vou fazer seu juízo circular Carlos, e será bem rapidinho. (Jú falou com a mão na cintura)

-Deixa eu apresentar vocês.

-Eu povo, EIII POVO. ATENÇÃO, ATENÇÃO (todos olharam pra mim) OBRIGADO PELA ATENÇÃO.

-Porra Saryelle, o costume triste. Você me mata de vergonha (Jú falou balançando a cabeça)

-Aaa calada, pior você que fazia isso com a rua cheia de gente. (sorrimos)

-Não espalha!

-Povo essa aqui é minha família que alguns não conhecem ainda… Ei John, foto. Família esse aqui é o povo que vai me deixar noiva, (sorrimos)

Apresentações feitas e as famílias se misturando e a Jú falando pelos cotovelos, Dani estava lindo, cabelos escuros e lindos olhos amendoados.

-Tia, olha pra você. (me estendeu a mão)

-Aaaaaiiii chocolate, chocolate. Meu bochechudo você lembrou do chocolate da tia. (sorri e abracei).

-Ei, ei, ei menina assim você não vai entrar no vestido de tão gorda. (pessoa ousada né? Me tirando os chocolates da mão)

-E você não vai entrar no caixão com essa língua enorme, me devolve os chocolates aqui. (tomei de volta, são meus)

-Ah! Que horror, eu não posso com isso. (falou saindo)

-Eu não posso com isso! Eu não posso com isso! (povo enjoado)

Enquanto eu degustava do meu chocolate, Ethan apareceu super feliz… Ou não.

-Mamãe, me dá um. (olhou para o Dani)

-Ethan, oi Ethan (cutuquei o braço dele) olha pega, lembra do Dani amorzinho?

-Oi Ethan, (sorriu)

-Não gosto de você. É minha mãe.

-Ai meu Deus. ETHAN.

-Tia ele é chato.

-Mamãe, mamãe Uno quer falar (Lara me trouxe o telefone)

-Calma ai vocês dois. Oi amor… Sim chegaram, estão aqui… Sim (sorri) ele está lindo.

-É o tio, eu quero falar.

-NÃO É MEU PAI.

-AI JESUS, ONDE ESTÃO AS TIAS DESSES MENINOS. Oi Bruno… Estou tentando proteger o mundo de uma 3º guerra mundial… Mas o que você queria meu querido?…

Enquanto eu falava se formava uma pequena confusão.

-Bruno faz um favor pra mim… Liga depois. (desligue o telefone), Ei, ei ,ei parou.

-O que foi? (perguntou a Jú e um bando de mulheres vieram junto), 3º guerra, acho que era pra eu não estar tão estressada, doida, e ficando descabelada no dia do meu casamento. TIRE-OS DAQUI, por favor.

-Mãe. (falou meu Zo querido, o ultimo a chegar)

-Meu doce, chegou atrasado (dei um beijo nele) você vai passear com as outras samambaias empolvorosas tá bom.

-Eita!

-Eita? (era a maneira dele dizer não, sorri) vai sim, tchau (outro beijo)

Era triste ver meu gatinho fazendo bico e indo embora.

-Quanta emoção… A despedida é tão triste né Sary? (Jú falou)

-Ainda bem que você nunca pensou em ser cerimonialista… Júlia, vai varrer calçada, pessoa chata.

-Eu também gosto de você Saryelle.

***

-Ai você esta linda Sary… Lindo, lindo, lindo…

-Parem de falar, eu vou chorar assim. (falei sorrindo)

-Ai, ai, ai nãããããão, vai borrar toda a minha arte. Tá louca? (Dóris com suas mãos ao vento)

Mesmo com todas as brincadeiras e risadas, eu estava ficando cada vez mais nervosa, na minha cabeça era só o casamento dizer sim e ficar todo mundo feliz, porém… essa informação não procedia para o resto do meu corpo que inquieto. Eu já estava pronta e meus filhos já tinham ido com as tias, só restou a Lo, minha mãe, a Jú, Dóris o cabeleireiro e o John.

-Muito nervosa? (Minha mãe falou enquanto eu me olhava no espelho)

-Minhas pernas nunca tremeram tanto mãe.

-Você está linda, também tremi na base quando me casei com seu pai e desde que disse sim pra ele, nunca me arrependi até hoje e quando vejo você e meus netos pela casa fico ainda mais feliz em ter aceitado seu pai como marido.

Minha mãe era uma caixa de surpresas, ela me contando aquilo era bem estranho. Mas era importante porque eu me sentia assim também, quando via meus filhos com o Bruno, era seu dissesse “missão cumprida Saryelle”

-Oi senhoras, é prache a noiva chegar atrasada mais não no dia seguinte, andem. Vão pensar que a noiva desistiu e foi embora com o jardineiro. (falou enfim a Lo)

-É sua amiga Jú? (sorrimos).

-Agora sim.

-Vamos noiva.

-Ai Jesus. Vamos.

CONTINUA…

dezembro302013
dezembro262013

r-ainha-do-drama perguntou: imaginei o Enzo dando um tapa no Bruno e ele ficando sujo de morango, foi tão ♥

acho q peguei um pouco pesado com o tapa… :/ enfim, vamos ver como se comporta o moranguinho do Bruno no dia do casamento kkkkkkkk

kiss 4u

luci

dezembro212013

Provas e Cobertura de Morango

Sary on

Acordei com o telefone tocando e logo em seguida o Enzo aos gritos pelo Bruno, que dormia como um urso.

-Alo.

-BOOOOOM DIIIAAA NOOOIIIVAAAAA.

-Hein?

Logo cedo eu não sabia nem meu nome ainda mais com o Enzo oas gritos de cacatua e os gritos do outro lado da linha.

-Calma, Bruno (bati no braço dele), Bruno já morreu acorda…

-Sary hoje é o dia da prova. (agora reconheci a voz da Presley)

-Presley só um minuto que o OGRO… VAI BUSCAR… O ENZO. Levanta Peter.

-EI mulher… Isso doe. (Dei uns tapinhas no ombro dele)

-Vai buscar (apontei pra porta), Oi Pres. Agora podemos falar.

-Nada de fala, levanta preguiça isso é hora de cama, você tem uma hora pra ir ver o vestido esqueceu?

-Oooooo vestidooo (levantei estilo Daiane dos Santos da cama)

-As 9 no ateliê viu, se atrasa assim pra ver o vestido imagina quando for casar, Bruno vai criar raiz de jatobá no altar.

-Aaaa que pessoa engraçada, vai te catar eu chego na hora. Tchau Presley.

-Vai lá, pessoa que não dorme.

A hora do café era a hora mais Anormal do mundo. Todos a mesa e eu correndo pra chegar na hora.

-Mamãe eu quero ir. (Ethan falou como rosto “bem limpinho”)

-Amorzinho mamãe esta com pressa e eu sei que você vai falar pro seu pai quando voltar.

-Nãããooo mamãe.

-Não é? Eu sei (sorri)

Me levantei da mesa e Bruno que “supervisionava” a mesa falou

-Sary você vai estar a tarde em casa né?

-Por volta das 15:00 eu acho, por que?

-Tenho uma sessão de fotos e acho que vou levar o Ethan e a Lara…

-Se você se responsabilizar, eles são todos seus. (falei dando um beijinho e saindo)

Bruno on

Sary estava com pressa e nervosa, eu já tinha feito minha escolha de roupa e cabelo, depois de tentar alimentar meus filhos bem limpos e educados, eu subi e Sary estava terminando de se preparar e a abracei por trás.

-Minha bunny, fujona (beijei seu pescoço), pronta pra ser a Sra. Hernandez? (a beijei de novo)

-Pra ser sincera (pos as mãos envolta dos meus braços) nunca me imaginei casada, com três filhos de um doido como você. (sorrimos) como vai ser essa sessão?

-AAA vai ser ótima, terá clima bem descontraído, meio selvagem assim e… Uma pantera e….

-Oi?

-Uma pantera negra e…

-Ei (me afastou dela), você acha que vou deixar você levar meus filhos pra serem aperitivo de leão?….

-É uma pantera Sary

-Faz a mesma coisa a pantera, leão, tigre de bengala e o gatinho do vizinho, mordem … Eles ficam em casa.

-Eu sou o pai deles, você acha que eu vou deixa-los sozinho por acaso?

-Olha a pergunta cidadão.

-Assim você me ofende.

-Meu Don Ruan Havaiano, eu sei que você sabe cuidar dos nossos filhos, mais estamos falando deles dois ali olha.

E estavam os dois parados a porta olhando pra nós.

-Eu vou Uno, vem Ethan. (Lara veio e pegou na minha mão)

-Não querida o UNO não vai levar não..

-Sary qual é?

-Qual é nada! Eu já vou beijo amorzinho.

-Beiiiijo mamãe.

-Minha bonequinha beijo.

-Beuja eu mamãe.

-A ta, eu que sou o homem da casa não ganho nada?

-Um beijo para o homem da casa. (ela me deu um selinho e estava saindo)

A peguei pelo braço e a deitei estilo filme, a peguei de surpresa. Beijei e ela sorriu, quando a pus de pé e olhamos pra eles os vimos parados olhando.

-O que foi, nunca viu não? (falei bem atrevido)

-Bruno?

-Não Uno, xau. (saiu pirracenta)

-Parece com uma pessoa que eu conheço. (olhei i sorri)

-Tchau, Uno. (falou sorrindo), tchau amorzinho.

***

Sary on

Cheguei a tempo no ateliê, as irmãs dele já estavam a minha espera e bem animadas, eu particularmente estava bem mais nervosa. O kleifeld era um dos lugares mais concorridos de NY e não seria diferente em LA. Um salão enorme com vários vestidos em volta eu estava completamente perdida em tanto vestido.

-Oii Sary, vem não temos o dia todo, a prova vem vem. (Presley me puxou pelo braço)

Dona Margot estava cuidando dos ajustes finais do vestido. Era uma senhora fina e com um sotaque meio furado, porem engraçado Francês.

-Fico feliz que você não tenha engordado Saryelle, noivas sempre me dão trabalho nos dias anteriores.

Engordar?? Eu deveria dar uma boa resposta..

-Sary você ta ficando a fama (falava super empolgada)

-A fama fica com cara de desespero?

-Relaxa menina, depois passa tudo.

-Eu espero que sim.

-Ainda temos que terminar de checar com o pessoal do bife, a igreja e o salão.

-Pronto Dona Margot. (falou a moça que seguia as orientações)

-Afastem, afastem… Uhum

-Sary ficou lindo, está perfeito.

-Ai meu Deus, (não era possível, era só a prova do vestido e eu já estava quase chorando)

-O que foi, menina?

-Eu sei lá, eu to chorando Tahiti, não ta vendo.

-Delicada, pensei que fosse o calor, claro que eu to vendo você chorar.

-Não ligue menina, noivas sempre choram (disse Margot)

Eu olhava para o vestido e via o dia cada vez mais próximo, meu nervoso aumentando… Me casar com o Bruno me fez rir, se passou muita coisa pra chegarmos até aqui.

Horas depois de aperta. folga, aumenta, solta, saímos de lá e fomos até o bife pra ver e provar o que seria servido.

-Nada mais justo ta quase na hora do almoço, de lá vamos a igreja e depois é só esperar o dia que esta bem perto. Já sabem a lua de mel Sary? (Presley perguntou animada)

-Estou pensando em um lugar que o Bruno ainda não foi e fala muito.

-E aonde seria???? (Tahiti doida pra saber informação)

-É surpresa gata, quem me garante que você não vai falar para o Bruno?

-Estou te ajudando com o vestido Sary.

-E eu agradeço, mas eu não posso falar.

-A poxa.

Seguimos para o bife e mesmo tentando ser educada a Presley parecia que não fia comida a dias.

-Presley, querida

-Oi.

-Se já um pouco mais discreta (falei com o canto da boca) parece que votou da guerra (sorrimos)

Eu achei tudo ótimo a comida, a bebida até a maneira que eles decoravam tudo, o bolo ficou perfeito, os bonequinhos do bolo eu mandei fazer especialmente pra ele. Meu futuro marido.

Enfim dia corrido e no fim de tudo fomos ver a igreja e como ficaria toda a ornamentação, eu fazia questão de estar a par de tudo, desde as escolhas das flores do boque até o ultimo segundo da festa.

Meu Deus que dia, meu telefone tocou.

-Ei noiva está atrasada.

-Oi amor, desculpa eu já estou chegando.

-Como foi tudo?

-Bruno está ficando tudo tão lindo, suas irmãs me ajudaram muito.

-Depois você me conta, venha logo.

-Certo.

***

Bruno on

Depois da Lara derrubar metade do meu armário, o Ethan tentado escalar  o sofá, a estante da sala e a geladeira e o Enzo ter quebrado a cristaleira dada de presente pela mãe da Sary, tudo que eu queria era ela em casa, liguei pra ela e já estava a caminho sua voz era de felicidade.

-Uno, quero comer.

-EEEEEEEEEEEEiiiiiiiiiiii, AAAAAAAAAAAAAAAA

-PAPAAAAAAIIII, ENZO NÃÃÃÃOOOO

-Ethan! ETHAN! O QUE É ISSO?

-Era meu e ele se jogou em cima papai.

-Enzo meu garoto, eu acabei de te dar um banho. (Enzo estava sujo de cobertura de morango)

-Ali, Ali. (dedurou o irmão)

-Ethan o que você queria com isso, me da isso aqui. Qual é o seu problema? (tirei da mão dele e falei sério)

-Sorvete, papai.

-Uno…

-Lara Marie eu sei que você esta com fome. Vocês dois, ali no sofá e não so movam até eu voltar. Sentados e calados.

-Papai

-Senta lá Ethan Hernandez Brown.

-Uno chato.

-Calada Lara Marie me obede… (Enzo me deu um tapa na boca)

Esse menino abusado me deu um tapa e me deixou lambuzado de morango. Enzo franziu o cenho, ele era genioso como a mãe.

-Eu deveria te deixar todo sujo e pegajoso. E agora eu vou ter que trocar de roupa. Você é tão atrevido quanto a …

-Oi minhas araras histéricas cheguei, desculpe o atraso.

-MAMÃEEEEE, MAMÃEEEE, olha o Uno.

-O que foi minha boneca? Ethan meu amorzinho…

Ela abraçou a todos.

-O que foi isso?

-O que foi isso? Seus filhos ai…

-Mamamamama, ali ali nã nã nã mamamamama

-Meu bebê de morango. (sorriu) certo Bruno Explica. (Beijou ele que permaneceu no meu braço)

-Como assim Bruno explica? A Lara bagunçou tudo, o Enzo quebrou a cristaleira e o Ethan tentou ser o homem aranha e escalou a casa quase toda.

-Mamãe, quero comida.

-Minha linda mamãe vai te dar comida.

-Eu vou lá em cima dá um jeito aqui (apontei pra mim) e vou sair.

-Vai lá e deixa que eu dou um jeito…. homem aranha, rainha da bagunça e o destruidor. Vamos lá pra cima ajudar a mamãe com o Enzo e depois vamos comer. Vem.

Sary on

Eu estava feliz demais com o meu casamento pra me preocupar com super heróis, revolucionarias e tinha um boneco de morango pra limpar.

Bruno saiu um pouco aborrecido, mas nada que carinho não o deixe manso de novo.

CONTINUA…

 

dezembro152013

Peguem o Peladão

Sary on             

Enzo era um menino de temperamento calmo, não se estressava com pouca coisa diferente dos outros dois que faziam um diluvio em uma tampinha de garrafa. Calmo, sorridente, não chorava por besteira, adorava ver o pai tocar o violão. Adorava acordar cedo, assim que começou a balbuciar já gritava por todos nós no berço, Bruno sempre que podia acordava e levava-o para a piscina pra pegar sol, logo os outros o seguia, fotos eu já tinha aos montes deles reunidos. Ethan aos  poucos foi aceitando o irmãozinho e quando eu digo aos poucos foi um dia de cada vez. Lara o tratava com carinho e era só sorrisos com o Enzo. Pois bem… Meu menino já estava com 9 meses e me seguia pra onde eu ia pela casa, não conto as vezes que esbarro nele e ouso reclamações do Bruno e dele, claro. Filho de quem é tem que reclamar. Hoje estávamos sentados na sala e me levantei pra ir a cozinha pegar comida pra todo aquele mundo de gente que Bruno chama de banda, eu costumo chamar de Exercito da quase salvação. Eu não percebi que ele vinha a minha procura e na minha volta me deparo com ele e lá vamos nós

-MAMAAA. UHUUUMMM.

-Meu gatinho (eu tentei não ser pega pondo ele no colo)

-Pow Sary de novo?

-Não foi nada, não foi nada (falei balançando ele no braço)

-MAMAAA, Ôôô!

-Eu sei meu molequinho, foi a mãe.

-Dedo duro (falei sorrindo e entregando ele para o Bruno)

Mais tarde todo mundo muito louco, só pra variar, ouso Bruno gritar e logo em seguida Enzo passar peladão.

-ENZOOOOOOO, NÃÃÃÃÃOOOOOO

-Bruno? Enzo? (e ele passou sorrindo)

-ENZO VOLTA,VESTE ISSO.

-QUER AJUDA CORAÇÃO? (falei alto)

-PEGA ELE AI. POW.

Todos rindo muito e Enzo dando um baile no dançarino saltitante. E enfim o Phill pegou o fugitivo peladão e trouxe pra mim.

-Bruno meu querido, você com três filhos no currículo e não coloca uma fralda direito? Que coisa feia amor.

-AAA Saryelle, vai passear, eu to cansado.

-O Enzo já fez isso, né meu gato palhaço? (beijei sua bochecha), vem que a mãe vai colocar uma fralda com cola tudo pra não sair. (Ele sorria muito)

Enzo devidamente trocado, povo devidamente alimentado os pequenos dormindo e os adultos na sala, hoje foi um dia animado, com turnês e entrevistas era maravilhoso quando Bruno dizia que passaria o dia conosco e dormiria em casa, as irmãs dele sempre vinham pra ficar conosco. Até alguém chamada Presley “quero ser madrinha” falar.

-Eu quando vocês vão casar mesmo hein?

Engasguei. Ela continuou

-Não engasga não, eu não esqueci. O Enzo já ta andando pelado em protesto pela casa.

-Eu… calma gente (falei bebendo vinho)

-Acho que você já entra no vestido e fica “A fama”, ajuda não vai faltar adoro fazer festa. (falou ela sorrindo)

Era incrível como o sorriso era unanime quando falava no casamento.

-Qual o problema, minha vida? (ele veio e me deu um selinho)

-Nunca me imaginei casada (sorri sem jeito)

-Eeeee gatinha tarde de mais. Olha Sary, vocês já estão casados desde que você veio morar com o Bruno pela primeira vez. (falou a Tahiti)

-E tem outra coisa, vocês já estão juntos, com três filhos, só falta oficializar e eu espero que seja logo… Tipo pra ontem. (Disse a Presley) Já pensaram na lua de mel? Bruno já provou o seu terno?

-Nossa, (sorri) antes do nascimento do Enzo que eu digo pra ele fazer isso e só vejo enrolação. (sorrimos)

-Certo. Amanhã é domingo e a preguiça domina, mas  segunda vamos começar a organizar tudo.

Conversamos um pouco mais e ficamos eu e Bruno na sala. Nos olhamos e sorrimos.

-Sra. Hernandez, está pronta?

-Acho que sim, não posso voltar atrás (sorri)

-Não pode?

-Não posso, Não quero e não devo. Você me deu tudo que tenho, os meus bens mais valiosos desse mundo. Eu te amo Bruno.

-Eu te amo minha vida. (ele se pós sobre mim no sofá e nos beijamos)

CONTINUA…

6PM

Lar Doce…Opa!

Bruno on

Passamos o dia juntos Enzo ainda voltou algumas vezes, o que nos deixou bastante felizes. Enquanto Sary descansava recebi ligações dos caras da banda e da nossa família, aconteceu uma alteração em um dos 300 exames feitos no Enzo então, tínhamos uma escolha.

-Eu só saiu desse hospital com o meu pequeno.

-Eu sei amor mas, você já em casa estaríamos meio caminho andado, eu só viria pegar o Enzo.

-Peter! Você esta se ouvindo?

-Perfeitamente.

-Você acha que eu vou ficar em casa e deixar meu filho aqui sozinho.

-Tem muitos bebês no berçário amor. (tentei sorrir)

-Sorria de novo e te deixo sem os dois dentes da frente.

-Meu doce de mulher (a beijei)

-Sai prá lá.

-Então sua resposta é…?

-Bruno, meu amor. Você quer ficar sem os dentes da frente?

-Não, minha gata.

-Não… Eu suspeitei. Então diga a medica que não, por que você tem amor aos seus lindo dentes.

-Minha querida chata e grossa, eu te amo.

Eu sabia que ela não saia de lá sem ele, mãe protetora ao extremo, isso seria obvio. Eu gostava de provoca-la, mesmo tentando ficar séria seu sorriso no fim de cada frase era minha alegria.

***

Sary on

Já estávamos de saída e eu fiz questão de sair com o Enzo no colo.

-Ai, o que é isso? Quando saímos com a Lara não tinha esse povo todo. (falei assustada e pondo um paninho leve no rosto dele)

-Vem Sary, por aqui.

Tínhamos ajuda do Dre que era enorme e claro eu fui atrás dele e do Ryan que vinha ao nosso lado. Gritavam o nome do Bruno e pediam pra mostrar o Enzo e logico, que eu dei um não bem redondo. Meu filhote com cara de joelho “havaleiro” não daria o ar da graça. E antes de entrarmos no carro Bruno foi falar com algumas fãs.

-Bruno aos leões, vamos ele vem no carro de trás Sary. (disse Ryan)

Entramos no carro e quando estávamos de saída Bruno bate no vidro do motorista.

-Ei mané, cai fora que a mulher e o menino são meus.

-Cara grosso, pensei que você iria com o Dre. (falou saindo)

-Sai logo daí, (falou carinhosamente dando um tapa no ombro do Ryan). Eu vou dar a volta,

-Beleza.

Saímos no carro devagar e demos a volta do hospital, eu olhava todo o tempo pra ver como o Enzo estava. E como sempre dormindo.

***

Em casa e meus amores estavam pondo tudo para o ar. Gritos e correria

-Oi… Olha a bagunça que vocês fizeram. (falei sorrindo)

-Mamaãããããee, Ethan a mamãããããããe (Lara veio sorrindo)

-Minha bonequinha, saudades da minha princesa (continuei abraçada) olha a bagunça na sala.(sorri)

Sentei na sala e Bruno trouxe o Enzo pra sala e sentamos no sofá. E ele não veio.

-Ethan, meu amorzinho, vem cá.

-Eu não, ele tá ai.

-Ethan!

-Eu esqueci de falar, ele esta com ciúmes (Bruno falou rindo)

-Ethan é chato. Fasta Uno. (Lara falou abrindo caminho)

-Espaçosa.

-Ethan, amor, vem. (e a contra gosto ele veio)

De braços cruzados e fazendo bico ele veio e sentou longe do Enzo, isso não seria legal. Ficamos ali por um tempo até eu sentir meu corpo pedir uma cama muito fofa.

Eles ficaram ainda brincando e eu fui com o Bruno por o Enzo no berço

Enquanto eu o deixava mais confortável no berço falava com o Bruno.

-O Ethan não ficou tão enciumado da Lara, lembra?

-É , eu to sabendo. Ele a vê como a protegida, e ter outro menino na casa talvez o deixe inseguro minha vida. (beijou meu ombro)

-Muita psicologia pra um menino tão pequeno como ele mas, faz sentido.

-Vem, ele está bem e você precisa descansar, ele vai acordar e vai querer a mãe dele bem disposta.

Eu fui descansar e Bruno tentar segurar as samambaias. Eu não tinha sono de nada porém, recomendações medicas eram repouso… E repouso… Sou uma pedra de tanto repouso e o pensamento me fez rir. Ouvi a maçaneta da porta.

-Mamãe. (ele pós a cabeça pra dentro do quarto)

-Meu amorzinho, vem cá. (falei batendo ao meu lado da cama)

Ele prontamente veio e deitou e ficou quietinho. Eu aproveitei e já que ele estava quietinho e o deixei bem próximo de mim.

Lembrei de uma coisa que fazia com ele. Eu assoprava de leve no rosto e o via piscar devagar ele sorriu.

-Eu te amo meu lindo. Você é meu amor primeiro, mamãe te ama muito (o apertei e de volta recebi um abraço apertado e ver ele brincar com a alça da minha roupa até dormir).

CONTINUA…

dezembro102013
dezembro92013
7PM
← Entradas mais antigas Página 1 de 44